Bronzeamento ou queimadura de pele: entenda a diferença

Bronzeado ou queimadura de pele - Clinica Ricardo Fenelon - Brasília/DF

Sinais de uma pele queimada, não bronzeada:

  • Vermelhidão
  • Quente
  • Ardida
  • Inchada

Neste caso, trata-se de uma queimadura de primeiro grau, que após os incômodos imediatos poderá acarretar, no futuro, manchas, envelhecimento precoce e maior risco de câncer de pele.

Outro risco da exposição solar exagerada é a insolação. Esse quadro perigoso é caracterizado pela perde da capacidade do organismo de se resfriar, desencadeando desidratação, febre, tonturas e dores de cabeça, podendo haver também perda de consciência, em alguns casos.

Para um bronzeamento adequado, o recomendado é uma exposição solar antes das 10h e após às 16h. Mesmo nesses horários é preciso o uso da proteção solar. A pele ficará bronzeada dentro das características genéticas de cada um.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *