Plasma rico em plaquetas combate queda dos cabelos

A utilização do tratamento de plasma rico em plaquetas e seus fatores de crescimento abre uma nova perspectiva para os pacientes com pouca densidade capilar na área doadora. Pessoas da maior idade, com cabelo muito fino e ralo, e também aqueles que deverão se submeter a uma segunda cirurgia após um resultado de pouca densidade capilar, poderão ter benefícios com a técnica.

Segundo alguns estudos, o uso do plasma rico em plaquetas (PRP) no tratamento da queda de cabelos ou da calvície é capaz de estimular as células responsáveis pelo crescimento capilar, além de reverter o processo de miniaturização dos fios nas áreas onde é aplicado. Embora seja uma técnica pouco falada, o tratamento tem apresentado resultados satisfatórios para a dermatologia.

Como o plasma rico em plaquetas é proveniente do sangue do próprio paciente, não existe risco de rejeição ou de reação alérgica. A queda de cabelo e o aumento da calvície foram as manifestações que mais aumentaram nos últimos anos. Um problema que tem crescido muito e que pode ser constatado com a grande procura por tratamentos no consultório, tanto de homens, quanto de mulheres. Toda a alteração que afeta o couro cabeludo e os cabelos de uma pessoa, e que interfira na aparência física, pode ter um impacto importante sobre a autoestima e a personalidade.

Ou seja, estamos tratando de uma técnica que, bem estudada e aplicada de maneira correta, poderá beneficiar pacientes com problemas capilares e até outras especialidades com recursos a serem introduzidos em benefício da saúde.

Dr. Ricardo Fenelon
Dermatologista – CRM 4901
Ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia – Regional Centro-Oeste

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.