#DEZEMBROLARANJA: alerta sobre os riscos do câncer de pele

Dezembro Laranja

A ação “Dezembro Laranja” é uma campanha que tem por objetivo estimular a população na prevenção e no diagnóstico ao câncer da pele. O câncer é provocado pelo crescimento anormal das células que compõem a pele. A doença pode se manifestar de formas distintas. As mais comuns são denominadas carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular, chamados de câncer não melanoma, e que apresentam altos percentuais de cura se diagnosticados e tratados precocemente. Um terceiro tipo, o melanoma, apesar de não ser o tipo de câncer de pele mais comum é maligno e é o mais agressivo.

De acordo com os últimos dados divulgados, 30% de todos os tumores malignos do Brasil correspondem ao câncer da pele. Para o biênio 2018/2019, a estimativa é de 165.580 mil novos casos de câncer da pele não melanoma. Um dado novo desse período é que, em relação à última estimativa (2016/2017), a doença acometerá mais homens (85.170 mil) do que mulheres (80.410 mil).

O uso do filtro solar é recomendado em crianças a partir de 6 meses de idade, e deve ser reaplicado, independentemente da estação do ano e do tipo de pele. Fique atento aos sinais como mudanças súbitas nas pintas ou nas manchas. O importante é a prevenção.

 

Autoexame ajuda a prevenir o câncer de pele

Seguindo as regras do ABCD é possível identificar se as pintas, sinais ou manchas no corpo apresentam alguma alteração. Observe: A – assimetria; B – borda; C – homogeneidade da cor; e D – diâmetro – até 6mm. As pintas tendem a ser permanentes e estáveis durante toda a vida da pessoa. A grande maioria delas é benigna, porém algumas podem se transformar em câncer de pele, por isso, a importância de serem inspecionadas regularmente. Quando houver qualquer sinal de transformação, o paciente deve procurar imediatamente um dermatologista de sua confiança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *