Cuidados especiais com a pele durante a gestação

Dermatologista Ricardo Fenelon ensina técnicas saudáveis para manter a pele bonita e hidratada durante a gravidez

Durante os nove meses de gestação, as futuras mamães costumam enfrentar diversas mudanças hormonais, além da predisposição genética e, claro, o superestiramento da pele e o consequente rompimento das fibras elásticas. Para encarar estes desafios, algumas gestantes optam por utilizar produtos e tratamentos, às vezes, sem o auxílio adequado de um profissional, trazendo riscos à saúde e ao bebê. “Dentre as substâncias existentes nos produtos cosméticos, os ácidos retinoicos são as mais comuns, podendo ser absorvidos na pele causando lesões a pele e ao feto”, alerta o o dermatologista Ricardo Fenelon, presidente da Sociedade Brasileira de Laser no Centro-Oeste.

Segundo o dermatologista, a pele é um dos órgãos que mais sofre alterações durante a gravidez e, por isso, as mamães devem ficar atentas sobre o uso correto de cada produto que possa trazer riscos à saúde. “Durante a gravidez, a pigmentação da pele muda, o corpo torna-se mais quente e, portanto, tendem a transpirar mais, o que pode ser controlado com desodorantes e antitranspirantes, banhos mornos e uso de roupas de algodão”, explica Dr. Fenelon.
As manchas escuras, que surgem na pele durante a gestação, são um dos maiores motivos de preocupação para as mamães. O dermatologista explica que isso ocorre devido a uma dermatose crônica, chamada melasma – uma máscara gravídica que surge em função da alteração hormonal reguladora da pigmentação. “A incidência pode ser maior nas mulheres que se expõem ao sol. Por isso, a importância do uso de filtro solar, que bloqueie as radiações UVA e UVB, mesmo não estando sob o sol ou em dias nublados”, diz. Ele também ressalta que é comum o surgimento de uma linha escura vertical no meio do abdômen, chamada de línea nigra.
Cremes hidratantes a base de ureia, óleo de amêndoas e óleo de semente de uva são excelentes hidratantes. Após o banho, para manter a hidratação em dia e, tentar evitar o aparecimento de estrias, a dica do do dermatologista é utilizar esses cremes hidratantes e tentar manter o controle do peso, evitando excessos alimentares.
O dermatologista afirma ainda que “com o fim da gravidez, a oleosidade da pele e do cabelo tende a diminuir, mas até lá use sabonetes específicos para o rosto, faça limpeza também com tônico e prefira produtos indicados para peles oleosas, na forma de gel”.

Para finalizar, o médico informa que, mesmo com todos os cuidados, é comum após o parto o aparecimento de estrias. Nestes casos, o Dr. Ricardo Fenelon destaca que “com a utilização do laser fracionado associado ao Pulse Dye Laser é possível obter um resultado significativo após o tratamento das estrias. Lembrando sempre que, quanto antes se iniciar o tratamento após o parto, melhores são os resultados.”

Dicas para cuidar da pele durante a gravidez:
– Evite tomar banho com temperaturas elevadas;
– Use preferencialmente roupas de algodão;
– Fique atento com a exposição excessiva ao sol e tenha sempre em mãos um protetor solar de amplo espectro, mesmo em dias nublados;
– Utilize cremes de hidratação após o banho com o intuito de manter a elasticidade da pele (o que ajuda a prevenir o aparecimento de estrias).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.